Quem escreveu o livro?

A Bíblia registra mais informações sobre Marcos do que qualquer dos outros escritores de Evangelho, com exceção do apóstolo João. Lucas mencionou o nome de Marcos várias vezes em Atos. A igreja embrionária de Jerusalém reunia-se na casa de sua mãe. Marcos também começou a primeira viagem missionária com Paulo e Barnabé, mas foi para casa mais cedo. Mas depois ele viajou com Barnabé a Chipre para mais um trabalho missionário. Ele tornou-se significativo na vida de Paulo, sendo uma das últimas pessoas que o apóstolo mencionou em sua última carta (2 Timóteo 4:11).

No entanto, a conexão pessoal mais significante de Marcos foi aquela que ele teve com Pedro, que era provavelmente a fonte de Marcos para o material no Evangelho. A casa da mãe de Marcos era a parada frequente e suficiente para Pedro, a quem os servos o reconheciam só pela voz (Atos 12:12-14). E parece que Marcos estava presente no Getsêmani, um jovem que assistia o acontecimento a uma distância segura (Marcos 14:51-52), o que levou alguns eruditos a acreditarem que a Última Ceia ocorreu na casa de Marcos.

Qual o contexto?

Como Marcos não ofereceu qualquer comentário adicional sobre a profecia de Jesus a respeito da destruição do templo, um evento que ocorreu em 70 d.C., podemos seguramente assumir que Marcos compôs o Evangelho em algum momento antes daquele evento trágico. Além disso, o Evangelho tem uma sensação distintamente romana nele, sobretudo quando comparado com a ênfase judaica do livro de Mateus. Marcos optou por deixar de lado a maioria dos comentários sobre a profecia cumprida (compare Mateus 21:1-6 e Marcos 11:1-4), e quando ele se sentiu compelido a usar um termo aramaico, ele o interpretou (Marcos 3:17). Isto sugere que Marcos estava em Roma, escrevendo das lembranças de Pedro em algum momento antes da morte deste apóstolo (c. 64-68 d.C.), possivelmente compondo o Evangelho entre 57 e 59 d.C.

Por que esse livro é tão importante?

O Evangelho de Marcos retrata Jesus como constantemente em movimento. O movimento para frente na escrita de Marcos mantém a mente do leitor experiente olhando continuamente adiante, para a cruz e a ressurreição. Trinta e nove vezes Marcos usou a palavra imediatamente, dando a sensação de que o tempo de Jesus na terra foi curto e que havia muito a fazer nos seus poucos anos de ministério.

Qual é a ideia principal?

Enquanto o Evangelho de Mateus retrata Jesus como o Rei, Marcos O revela como o Servo de Deus. O trabalho de Jesus era sempre para um propósito maior, vemos este ponto claramente resumido em Marcos 10:45: “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”. Marcos preencheu seu Evangelho com os milagres de Jesus, ilustrando repetidamente o poder e a compaixão do Filho de Deus. Nestas passagens, Marcos revelou Jesus não somente como o bom mestre que ofereceu renovação espiritual às pessoas, mas também retrata Jesus como o verdadeiro Deus e verdadeiro homem, alcançando a vida das pessoas e efetuando a mudança física e circunstancial.

Mas a vida de Jesus como o agente de mudança não foi sem um propósito supremo. Em meio a Seu ministério prático, Jesus constantemente apontou para a forma definitiva como Ele iria servir a humanidade: Sua morte na cruz e Sua ressurreição dentre os mortos. É somente através da fé nessas obras de Jesus Cristo que os seres humanos encontram a redenção eterna para si mesmos. Além disso, Jesus se torna o nosso modelo de como vivermos nossas vidas, ou seja, servindo os outros como Ele fez.

Como colocar em prática?

Três vezes em três capítulos consecutivos – 8, 9 e 10 – Marcos retratou Jesus informando aos Seus discípulos de Seu grande sacrifício e vitória final. Seus discípulos ou rejeitaram o ensino completamente (Marcos 8:31-32) ou se mostraram preocupados com outros assuntos (9:31-34; 10:32-37). Enquanto Jesus se preparava para realizar o maior serviço na história da humanidade, os Seus discípulos só conseguiam pensar em si mesmos, em sua posição ou própria segurança.

Você acha que é difícil se engajar num serviço com sacrifício, como os discípulos de Jesus fizeram? Quando confrontados com uma oportunidade de servir a outra pessoa, as tentações que todos nós enfrentamos são de recuar para dentro de nós mesmos,  buscar o nosso conforto, ou proteger os nossos próprios interesses.

O desafio que Jesus nos apresenta no livro de Marcos inclui quebrarmos aqueles padrões de auto-absorção e nos dedicarmos ao serviço e ao amor aos outros.


Artigos

blog-grid

De todos os lugares do mundo, quando Deus escolheu estabelecer o Seu reino na terra, Ele escolheu uma fatia fina de terra abraçando as profundas águas azuis do Mediterrâneo. Nessa antiga terra de Israel, Deus enviou o Seu Filho. Quando Jesus começou o...

Continuar lendo
blog-grid

A morte levanta muitas questões: Quando vai acontecer? O que vai parecer? Qual é o destino da alma? Pr. Charles Swindoll aborda esta última pergunta em um dos seus livros: Quando o crente morre, o corpo vai para a sepultura; a alma e o espírito vão i...

Continuar lendo
blog-grid

Pergunta: Disseram-me que Jesus morreu pelos meus pecados. O que isso significa exatamente? Como poderia a morte de Jesus me ajudar a chegar no céu? Do que a morte de Cristo me salva?   Resposta: Uma maneira de compreender o significado da morte de ...

Continuar lendo
blog-grid

Ultimamente, o mundo ocidental tem ampliado o foco sobre o tema do casamento do mesmo sexo, deixando a questão do divórcio praticamente ignorada. No entanto os cristãos e não-cristãos igualmente continuam lutando na questão de divórcio, considera...

Continuar lendo
blog-grid

Mais de trinta anos atrás Flip Wilson manteve a América às gargalhadas com seus personagens de televisão “Reverendo Leroy”, o simpático e pomposo pastor da “Igreja Do Que Está Acontecendo Agora”, e “Geraldine Jones”, a atrevida mulher ne...

Continuar lendo
blog-grid

Raramente um dos heróis de Deus aparece na Bíblia por ter vivido uma vida sem nenhum fracasso. Veja Pedro, por exemplo. Assim que você lê seu nome se lembra da história dele. Pedro experimentou os extremos altos e baixos da vida: dos dias passados na...

Continuar lendo
blog-grid

O que o Pai Celestial quer desenvolver em nós, exatamente? Bem, ao invés de entrar em questões teológicas complicadas, acredito que a resposta simples é encontrada nas palavras de Cristo. Leia a declaração que Ele fez sobre a sua razão para vir: ...

Continuar lendo
blog-grid

Muitas vezes acho graça quando leio o Evangelho de Marcos. Ele adora a palavra imediatamente. Aparece toda hora. Marcos nos lembra que a vida de Jesus foi cheia de pessoas e pressões de forma que nem você nem eu conseguimos saber. Mas ele também regi...

Continuar lendo
blog-grid

Alegria — faz as pessoas se perguntarem qual seu segredo. No entanto, a alegria não é o segredo para o cristão verdadeiro. Quando escolhemos crescer mais perto de Deus, descansando em Seu caráter e disposição, a alegria transborda em nossas vidas...

Continuar lendo