Como a morte de Jesus pode me salvar?

Pergunta:

Disseram-me que Jesus morreu pelos meus pecados. O que isso significa exatamente? Como poderia a morte de Jesus me ajudar a chegar no céu? Do que a morte de Cristo me salva?

Resposta:

Uma maneira de compreender o significado da morte de Jesus é imaginar uma cena de tribunal em que estamos sendo julgados pelos nossos pecados e Deus é o juiz. Nossos pecados contra Deus são crimes capitais. O próprio Deus é o nosso juiz e, de acordo com a lei divina, nossos crimes merecem a pena de morte. A morte, em um sentido espiritual, significa a separação eterna de Deus, um tormento sem fim. Portanto este é um julgamento muito sério.

Ao derramar Seu sangue na cruz, Jesus tomou o castigo que nós merecíamos e nos ofereceu a Sua justiça. Quando nós confiamos Cristo para a nossa salvação, essencialmente, estamos fazendo uma permuta. Pela fé, nós trocamos o nosso pecado, e a respectiva pena de morte pela Sua justiça e vida.

Em termos teológicos, isso é chamado de “expiação substitutiva”. Cristo morreu na cruz como o nosso substituto. Sem Ele, sofreríamos a pena de morte para os nossos próprios pecados. Aqui estão alguns versículos que explicam este conceito:

Deus tornou pecado por nós aquele que não tinha pecado, para que nele nos tornássemos justiça de Deus. (2 Coríntios 5:21)

Quando insultado, não revidava; quando sofria, não fazia ameaças, mas entregava-se àquele que julga com justiça. Ele mesmo levou em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, a fim de que morrêssemos para os pecados e vivêssemos para a justiça; por suas feridas vocês foram curados. (1 Pedro 2: 23-24)

Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e sobre si levou as nossas doenças; contudo nós o consideramos castigado por Deus, por Deus atingido e afligido. Mas ele foi transpassado por causa das nossas transgressões, foi esmagado por causa de nossas iniquidades; o castigo que nos trouxe paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos curados. (Isaías 53: 4-5)

O escritor de Hebreus coloca desta forma:

De fato, segundo a Lei, quase todas as coisas são purificadas com sangue, e sem derramamento de sangue não há perdão (Hebreus 9:22).

Para Deus perdoar nossos pecados Sua justiça teve que ser feita e isso exigia o derramamento de sangue.

Alguns questionam: “Derramar sangue parece tão bárbaro! Isso é realmente necessário? Por que Deus não simplesmente nos perdoa?” Porque Deus é santo então Ele tem que julgar o pecado. Será que um juiz justo e reto deixaria o mal impune? Deus derramou Seu julgamento sobre Seu Filho na cruz, satisfazendo Sua ira e tornando possível o Seu perdão por nós. É por isso que Jesus derramou Seu sangue pelos seus, pelos meus e pelos pecados de todo o mundo.

Em que momento, durante a crucificação no calvário, Deus derramou o Seu julgamento sobre Seu precioso Filho? Muitos teólogos acreditam que foi quase no fim do período de três horas de escuridão, quando Jesus clamou: “Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste?” (Marcos 15:34). Ao tomar sobre Si os pecados do mundo, Jesus se retirou da santa presença de Deus, e Deus, por sua vez, retirou-se do Seu Filho. Foi uma separação temporária, mas insuportável, pois naquele momento o Filho de Deus foi abandonado pelo Pai.

Deus descontou Sua ira em Seu Filho para que pudéssemos ser poupados desse destino terrível. Esta é a mensagem central da cruz e a razão da nossa esperança: Deus abandonou o Seu Filho, para que Ele nunca precisasse nos abandonar. Deus nos garante:

Nunca o deixarei, nunca o abandonarei (Hebreus 13:5).

Essa não é uma promessa maravilhosa?

Você já colocou sua confiança em Jesus Cristo como o substituto para o seu pecado? Você acredita que Jesus morreu por você a fim de lhe dar a vida eterna e que Ele ressuscitou dos mortos vitorioso sobre o pecado? Se você ainda não entregou sua vida a Cristo, nós encorajamos você a receber a Jesus como seu Salvador agora. Você pode expressar seu desejo em uma oração como esta:

Senhor Jesus, eu sei que sou pecador. Eu creio que o Senhor morreu pelos meus pecados e ressuscitou. Eu confio em Ti como meu Salvador. Perdoe os meus pecados e me faça uma pessoa de acordo com o Seu desejo. Obrigado pelo seu dom da vida eterna. Amém.

Se você realmente acredita no Senhor Jesus Cristo, você tem a vida eterna. Você pode descansar nesta verdade. O apóstolo João escreveu:

E este é o testemunho: Deus nos deu a vida eterna, e essa vida está em seu Filho. Quem tem o Filho, tem a vida; quem não tem o Filho de Deus, não tem a vida (1 João 5: 11-12).

Quando você tem o Filho de Deus, o Senhor Jesus, você tem a vida eterna.

Se você fez essa oração e quer saber mais sobre como conhecer a Deus e Seu plano para você na Bíblia, entre em contato conosco.

Direitos autorais da tradução em português © 2014 por Insight for Living. Todos os direitos mundialmente reservados.

Postado em Amor, Como Conhecer a Deus, Fracasso, Jesus, Perdão, Semana Santa, Teologia e marcado , , , , , .

Uma variedade de autores qualificados contribuem com conteúdo para o Ministério Razão Para Viver - de escritores dedicados, a conselheiros bíblicos ou pastores de outros países. Mas antes de qualquer palavra escrita na página, estes homens e mulheres biblicamente treinados estudam, oram e trabalham sobre cada tópico para que cada bem escrito artigo elabore a integridade da Escritura com os fundamentos práticos das necessidades de hoje.