Por que perdoar alguém é tão difícil e como fazer isso?

Você gostaria de guardar rancor com a bênção de Deus?

Quero dizer, não seria ótimo saber exatamente o quanto da mesma bobagem que você teve de aguentar de alguém até que você já não pudesse perdoar?

O problema com o perdoar é que a dívida é real.

  • Seus pais o negligenciaram ou até mesmo abusaram de você.
  • Seu cônjuge traiu os votos de casamento.
  • Seus melhores amigos deram facadas nas suas costas.
  • Alguém te machucou tão profundamente que você achou que nunca poderia se recuperar.

A dívida é real. E, a fim de perdoar, você deve dar ainda mais do que já foi tomado. E isso é difícil. Muito, muito difícil.

Mas se queremos que Deus nos perdoe, é essencial que nós perdoemos os outros.

Resultados emocionais de não perdoar:

Muitas vezes, nós nos recusamos a perdoar, porque achamos que não perdoar é a nossa retribuição ao nosso ofensor. Mas, na verdade, a falta de perdão nos tortura mais do que a qualquer outra pessoa.

  • 95 por cento de todos os casos de depressão são resultado de raiva contra si mesmo ou outra pessoa.
  • A raiva prolongada nos faz perder uma substância química vital no cérebro que dá alegria e paz.
  • Com razão, a Bíblia nos diz para não deixar que o sol se ponha sobre a nossa ira, pois isso dá lugar ao diabo (Efésios 4:26-27).

Em outras palavras, a sua depressão vai durar até que você perdoe. Mas essa verdade não tem que ser uma armadilha.

Resultados espirituais de não perdoar:

Para ter certeza, Jesus oferece o perdão eterno para qualquer que nEle crê (João 3:16).

No entanto, embora o perdão eterno seja seguro, para que Deus venha a nos perdoar em nossa caminhada diária com Ele, precisamos perdoar os outros. Isso é o que Jesus quis dizer quando Ele falou:

Pois se perdoarem as ofensas uns dos outros, o Pai celestial também lhes perdoará. Mas se não perdoarem uns aos outros, o Pai celestial não lhes perdoará as ofensas. (Mateus 6:14-15).

Em suma, se você, como um cristão, guardar rancor contra alguém, você ainda está salvo, mas você está fora da comunhão com Deus.

Perdoar alguém é essencial para a sua caminhada com Deus. A boa notícia? A Palavra nos mostra como.

Perdoar alguém – Sua obrigação e motivação:

Mas e se alguém nos machuca repetidamente? Não há um ponto em que já não precisamos mais perdoar? Pedro fez a Jesus essa mesma pergunta (Mateus 18: 21-22).

Até que ponto precisamos perdoar?

A resposta concisa de Jesus foi, em muitas palavras: “Até que ponto você foi perdoado?” (18:27). Jesus então acrescentou uma motivação para a nossa obrigação: “Você não devia ter tido misericórdia do seu conservo como eu tive de você?” (18:33).

Jesus disse que devemos perdoar os outros na mesma medida que Deus nos perdoou. Completamente.

Se você tiver recebido o perdão de seus pecados, pela fé em Jesus Cristo, você tem a obrigação de dar o perdão para aqueles que pecam contra você:

Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus os perdoou em Cristo. (Efésios 4:32).

Essas palavras “assim como” fornecem tanto o seu dever quanto a sua motivação para perdoar.

Verdades essenciais para perdoar alguém:

Eu encontrei duas verdades que me ajudaram com o perdão:

Perdoar nem sempre significa esquecer. Perdão pode incluir limites apropriados: ficar de longe de quem o feriu até que Deus mude a pessoa. Mas lembre-se, esses limites não têm nada a ver com o perdão. Isso é uma questão de coração entre você e Deus.

Conte com a soberania de Deus em perdão. Nada me ajuda mais do que esse princípio, quando se trata de perdoar os outros. Mais e mais, a Bíblia nos lembra de que podemos perdoar, porque Deus está, em última análise, trabalhando através de todos os eventos em nossas vidas para trazer um bom resultado para nós.

  • José tinha essa perspectiva com os imãos que o traíram (Gênesis 50:20).
  • Davi agarrou-se a essa verdade, quando ele poderia ter retaliado (2 Samuel 16: 11-12).
  • A Filemom foi dada essa razão a respeito de um servo que fugiu (Filemom 15).
  • Paulo nos desafiou a ter essa perspectiva em tudo (Romanos 8:28).

Coisas maiores estão acontecendo do que o beco sem saída da sua vitimização. Deus está trabalhando. Sim, você foi traído. Sim, outros o abusaram, deram-lhe as facadas nas costas, e você foi vitimado. Sim, você foi ferido e ainda dói.

E sim, você também foi perdoado através da sua fé em Jesus Cristo.

Será que a mesma graça nos impele a perdoar os outros?

Sim!

Artigo adaptado de www.waynestiles.com. Usado com permissão.

Postado em Perdão e marcado , , , .

Wayne Stiles recebeu seu Mestrado de Teologia em Ministérios Pastorais e Doutorado de Ministério em Geografia Bíblica no Seminário Teológico de Dallas. Em 2005, depois de servir no pastorado por 14 anos, Wayne se juntou à equipe dos Ministérios da Insight for Living, onde ele lidera e trabalha ao lado de uma equipe de escritores, editores e pastores, e serve como o Vice-Presidente Executivo e Diretor Principal de Conteúdos. Wayne e sua esposa, Cathy, vivem em Aubrey, Texas, e têm duas filhas na faculdade.