Proteja o seu casamento contra a sua maior ameaça

“Nunca tivemos a intenção de nos apaixonarmos. Éramos apenas amigos no escritório”, a mulher confessou, com lágrimas amargas. Seu caso finalmente veio à tona, e ela e seu marido, devastados, sentaram no escrtório do seu pastor, tentando desesperadamente consertar seu casamento quebrado.

Sua história é outra estatística trágica em uma tendência alarmante no trabalho. Mais e mais frequentemente, homens e mulheres estão trabalhando em projetos, viajando juntos em viagens de negócios, celebrando os sucessos juntos e consolando um ao outro quando o negócio falha. Essas experiências intensamente pessoais dão a amizades no local de trabalho uma carga emocional que pode ameaçar qualquer casamento.

Como você pode proteger o seu casamento contra um caso extraconjugal no local de trabalho ou em qualquer lugar? Uma palavra: limites. Uma suposição comum é que os casamentos cheios de amor são imunes a casos extraconjugais. Mas a pesquisa sugere que não é necessariamente a força do seu amor que vai proteger você, mas a força de seus limites.

O limite é uma convicção pessoal inviolável. Cônjuges infiéis muitas vezes afirmam ser vítimas de forças além de seu controle: “Eu não pude me controlar”. Mas todo mundo que tem um caso, deliberadamente, decide comprometer uma convicção.

O limite que geralmente cai primeiro é o “segredo compartilhado”. Você pode sentir uma atração por um colega de trabalho. No entanto, no momento que você “compartilha o seu segredo”, você quebra o limite. Uma quebra de limite pode ser um toque de flerte. Um email com um significado duplo. Um elogio excessivamente pessoal. Se a outra pessoa responde com gentileza e nenhum de vocês diz ao cônjuge, você dá um ao outro um sinal silencioso que seus sentimentos são mútuos e que o segredo é seguro. Como uma faísca que acende o combustível em um motor, um segredo compartilhado acelera um relacionamento e dá  inicio ao caso extraconjugal.

Então, não atravesse o limite do “segredo compartilhado”. Se você perceber que um colega está testando esse limite, informe imediatamente ao seu cônjuge. Expor o segredo imediatamente o neutraliza… e gera confiança.

Quais são os outros limites?

  • Nunca viajar a sós em viagens de negócios
  • Nunca compartilhar os problemas conjugais ou insatisfações, isso sinaliza que deseja intimidade emocional
  • Nunca fazer excessivos elogios pessoais
  • Nunca violar o espaço pessoal por sentar muito perto ou tocar o outro

“O leito conjugal (deve ser) conservado puro” (Hebreus 13:4). A frase , o leito conjugal, representa a intimidade física e emocional que torna o casamento sagrado. “Proteja o seu casamento”, é o que o escritor está dizendo. Não dê a intimidade que você prometeu à sua esposa para ninguém. Mantenha firmes os seus limites.

Direitos autorais da tradução em português © 2013 por Insight for Living. Todos os direitos mundialmente reservados.

Postado em Casamento, Divórcio, Pureza das Mulheres, Pureza dos Homens e marcado .

Bryce Klabunde é um membro da equipe dos Ministérios Insight for Living, servindo como o escritor e pastor desde 1991 Suas credenciais incluem um Mestrado em Exposição da Bíblia do Seminário Teológico de Dallas e um Doutorado de Ministério em Cuidado Pastoral e Aconselhamento de Western Seminary. Atualmente, Bryce serve nos Ministérios da Insight for Living em tempo parcial como historiador e consultor de conteúdo. Seu ministério em tempo integral é na Igreja Batista de College Avenue, em San Diego, como o pastor de cuidado da alma, supervisionando os ministérios de cuidado e aconselhamento da igreja. No centro da sua vida estão a sua esposa Jolene, seus quatro filhos e sua vocação: a de ajudar pessoas feridas com os princípios de cura da Palavra de Deus.