Quem escreveu o livro?

Na época em que Paulo escreveu a sua segunda carta a Timóteo, o jovem pastor já estava ministrando na igreja em Éfeso por quatro anos, e fazia quase o mesmo tempo que ele havia recebido sua primeira carta de Paulo. Timóteo foi um servo fiel a Paulo desde que ele saiu de casa com o apóstolo, mais de uma década antes. Desde então, Timóteo ministrou ao lado de Paulo durante a segunda e terceira viagens missionárias, em lugares como Trôade, Filipos, e Corinto. Timóteo era familiar aos efésios quando ele se estabeleceu em Éfeso para ministrar, visto que ele já havia servido lá ao lado de Paulo por um período de cerca de três anos, na terceira viagem missionária dele. Paulo escreveu novamente para esse jovem líder da igreja em Éfeso a fim de dar-lhe incentivo e coragem diante de dificuldades e provações.

Qual o contexto?

Paulo escreveu 2 Timóteo de uma cela da prisão romana escura e úmida, pouco antes de sua morte, em 67 d.C. O imperador romano Nero foi descendo lentamente à loucura desde a sua ascensão ao trono, em 54 d.C., um processo agravado pelo grande incêndio de Roma, em 64 d.C., que queimou a metade da cidade. Com os moradores de Roma em tumulto, os cristãos se tornaram um alvo conveniente para Nero, que os usou como bodes expiatórios para a própria falta de prontidão de sua cidade. Paulo foi apanhado nessa perseguição e foi decapitado pelos oficiais romanos logo após escrever esta carta.

Por que esse livro é tão importante?

A segunda carta a Timóteo oferece um retrato de Paulo no final de seu ministério, pouco antes da sua morte. Certos detalhes pessoais na carta revelam o homem liquidando as suas contas e se preparando para o inevitável. No final da carta, Paulo mencionou um número significativo de pessoas – tanto aqueles que o injustiçaram, quanto os que serviram fielmente ao lado dele (2 Timóteo 4:9-21). É como se Paulo estivesse dando a Timóteo um discurso do “estado da igreja”, atualizando Timóteo sobre o estado atual de seus conhecidos e amigos para que o jovem pastor pudesse continuar após a sua saída.

Qual é a ideia principal?

Paulo entendeu que o ministério se tornaria mais difícil para Timóteo com a morte iminente do apóstolo. (De fato, em algum momento após essa carta de Paulo, Timóteo foi preso por sua fé [Hebreus 13:23]). Paulo sabia que a tarefa de Timóteo de manter a igreja dentro dos limites da sã doutrina sem deixar de incentivar os crentes a viverem bem suas vidas, pelo amor de Cristo, seria uma tarefa muitas vezes ingrata e difícil. Mesmo sabendo que dificuldades viriam, Paulo queria que Timóteo continuasse nas coisas que havia aprendido, com base na rica herança de fé que fora passada para o jovem pastor, não só através de Paulo, mas também de sua mãe e avó (2 Timóteo 1:5-6; 3:14-15).

A característica mais marcante do encorajamento de Paulo se acentua quando o apóstolo ancião usa uma frase que apareceu com destaque em sua carta a Timóteo quatro anos antes. Nessa carta anterior, Paulo exortou Timóteo a “combater o bom combate” (1 Timóteo 1:18; 6:12). Mas nesta carta, Paulo usou essa frase referindo-se a si mesmo, por escrever que ele havia “combati(do) o bom combate, termin(ado) a corrida, guard(ado) a fé “(2 Timóteo 4:7). Que grande incentivo deve ter sido para o jovem pastor da igreja em Éfeso saber que seu mentor corajosamente modelou sua perseverança na fé, até a morte.

Como colocar em prática?

Segunda Timóteo nos leva à beira da morte, forçando-nos a considerar a sua realidade e como podemos reagir quando confrontados com ela. A resposta de Paulo nos ensina ainda hoje. Sua mente não estava em si mesmo, afligindo-se na injustiça que lhe cometeram. Em vez disso, confiando que Deus o tinha exatamente onde Ele o queria, o apóstolo ancião voltou sua atenção para os outros, especialmente para a igreja e para o seu jovem protegido, Timóteo.

Onde você espera que seus pensamentos permaneçam quando você chegar ao fim de seus dias?


Artigos

blog-grid

A passagem que eu gostaria de analisar é Hebreus 10. Do começo ao fim desta carta o foco está em Jesus Cristo, aquele que é Superior. Ele abriu para nós um novo e vivo caminho ao Pai. Nós não temos que passar por um sistema de obras. Ou passar por ...

Continuar lendo
blog-grid

Referências Bíblicas: Gálatas 6:1; 1 Tessalonicenses 4:3-5; 2 Timóteo 2:2; 1 João 1:9 “Pastor, eu preciso falar com senhor.” “Claro”, você responde ao homem do telefone e marca um tempo para se encontrar naquela tarde. É João, um de seus l...

Continuar lendo
blog-grid

A observação de Henry Drummond me assombra às vezes: Quantos filhos pródigos são mantidos fora do Reino de Deus pelo caráter desagradável daqueles que professam ser de dentro?¹ Permita-me, neste bate-papo particular com você, escolher uma “cara...

Continuar lendo
blog-grid

  Os pensamentos se desembaraçam… quando os falamos e os escrevemos. Há mais de 30 anos que aprendi esse ditado, e quase todas vezes que o coloquei em teste, funcionou! Sempre que eu tenho dificuldade de entender o complicado ou esclarecer ...

Continuar lendo