Um final surpreendente

Fazer a vontade de Deus pode levar a um final surpreendente

Enoque é o exemplo seguinte de fé.

Assim o autor de Hebreus se refere a ele: Pela fé Enoque foi arrebatado, de modo que não experimentou a morte; “ele já não foi encontrado porque Deus o havia arrebatado”, pois antes de ser arrebatado recebeu testemunho de que tinha agradado a Deus. (Hebreus 11:5)

Em Gênesis 5, aprendemos que, aos 65 anos, Enoque teve um filho, cujo nome era Matusalém. Daquele momento em diante, Enoque andou com Deus. Ele fez isso por 300 anos e, então, não foi achado, porque Deus o trasladara. É surpreendente vermos que aquele homem foi levado diretamente à presença de Deus sem passar pela experiência da morte.

Nos dias atuais, morrer aos 365 anos de idade não pode ser considerado como uma morte prematura, porém, em comparação com o tempo que as pessoas viviam naquela época (o filho de Enoque, Matusalém, viveu 969 anos), Enoque não passava de um jovem quando foi trasladado por Deus.

Há momentos em que a vida de obediência de uma pessoa é marcada por uma morte prematura. Lembre-se disso quando o assunto for o seu lar. Isso vai ajudar a se livrar de perguntas como “Por quê? ” e “Como pode fazer isso, Senhor?”.

Tudo o que sei é que ‘O Senhor vê com pesar a morte de seus fiéis.’ (Salmos 116:15)

Trecho retirado de O mistério da vontade de Deus de Charles R. Swindoll. © 2001 Charles R. Swindoll Inc. Todos os direitos mundialmente reservados. Usado com permissão.

Postado em Sem categoria e marcado .

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da qual é fundador, em Frisco, no Texas. Sua audiência se estende para além da igreja local. Com um programa de rádio cristão desde 1979, o Insight for Living é transmitido ao redor do mundo, alcançando diversos grupos de pessoas em seus próprios idiomas. Seu extenso ministério como escritor também tem servido ao Corpo de Cristo ao redor do mundo, e sua liderança como presidente e agora chanceler do Seminário Teológico de Dallas tem ajudado a preparar e equipar uma nova geração de homens e mulheres para o ministério. Chuck e Cynthia, sua parceira na vida e no ministério, têm quatro filhos adultos, dez netos e dois bisnetos.