Jesus não veio à terra estabelecer uma nova religião. Ele veio restaurar um relacionamento rompido. Veio para fazer com que o fundamental fosse fundamental de novo. A atividade secundária sempre teve o propósito de servir à atividade primária: amar a Deus e deleitar-se nele para sempre.
“Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”. (Mateus 11:28-30)
Venham a… o que? À igreja? Ao templo? A rituais? Sacrifícios? Pobreza, penitência ou peregrinação? Boas obras? Iluminação espiritual? Venham à religião? Não. Jesus sinalizou: “Venham a mim”.
Em nossa cultura, um convite por escrito tem pelo menos três conjuntos de informações:
1- De quem veio o convite?
Pouco antes de Jesus oferecer esse convite, ele declarou: “Todas as coisas me foram entregues por meu Pai. Ninguém conhece o Filho a não ser o Pai, e ninguém conhece o Pai a não ser o Filho e aqueles a quem o Filho o quiser revelar” (Mateus 11:27). Não podemos ficar em paz com Deus Pai senão por meio de Jesus Cristo, seu Filho. Jesus declararia mais tarde: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim” (João 14:6).
2- A quem foi estendido o convite de Jesus?
Mateus usou dois termos gregos muito expressivos quando registrou o convite de Jesus àqueles que estavam ‘cansados’ e ‘sobrecarregados’. O primeiro refere-se à fadiga sentida por alguém que foi espancado, a palavra adequada para o cansaço físico induzido por trabalho, esforço ou calor. A segunda palavra é um termo de navegação que significa ‘carregar’. Ele retrata um navio ou um animal sobrecarregado por um grande peso.
3- O que é oferecido no convite de Jesus?
Jesus prometeu restaurar. A religião diz: ‘Trabalhe mais. Esforce-se, faça isso, não faça aquilo. Dê até não ter mais. Deus ainda não está satisfeito com você. Vamos, vamos, mais forte, mais vezes’. Jesus olhou para o coração das pessoas exaustas, enfraquecidas, ansiosas e estressadas e ofereceu um caminho melhor.
Em termos atuais, Jesus disse: “Você está cansado? Esgotado? Farto da religião? Venha a mim. Siga comigo e você vai recuperar sua vida. Eu lhe mostrarei como ter um descanso verdadeiro”.

Anexos
  • um-descanso-dificil-e-um-fardo-leve-jpeg
Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados