Quem escreveu o livro?

Paulo se identificou como o autor da carta a Tito, chamando a si mesmo o “servo de Deus e apóstolo de Jesus Cristo” (Tito 1:1). A origem do relacionamento de Paulo com Tito está envolta em mistério, embora possamos concluir que ele pode ter sido convertido sob o ministério de Paulo, que chamou de Tito “meu verdadeiro filho em nossa fé comum” (1:4). Tito acompanhou Paulo em sua terceira viagem missionária, durante a qual o apóstolo o enviou a Corinto, pelo menos uma vez (2 Coríntios 2:12-13; 7:5-7, 13-15; 8:6, 16-24). Paulo claramente manteve Tito em uma posição de grande respeito como um amigo e companheiro de trabalho para o evangelho, elogiando Tito por seu afeto, sua seriedade, e seu conforto oferecido aos outros.

Qual o contexto?

Paulo escreveu sua carta a Tito de Nicópolis em 63 d.C., após a liberação do apóstolo de sua primeira prisão romana. Ao deixar Timóteo em Éfeso para ministrar lá, Paulo acompanhou Tito para a ilha de Creta, onde pretendia que Tito liderasse e organizasse as igrejas da ilha em seus primeiros anos de existência. Enquanto o evangelho sem dúvida se espalhou para Creta logo após o sermão de Pedro no dia de Pentecostes (Atos 2:11), Paulo e Tito provavelmente fizeram um bom trabalho de evangelizar a ilha algumas semanas antes de Paulo comissioná-lo para uma posição de liderança lá.

Por que esse livro é tão importante?

Três resumos da encarnação pontilham as páginas de Tito, fornecendo um quadro no qual o cristão pode ver a obra de Deus no mundo e na vida das pessoas (Tito 1:1-4; 2:11-14; 3:4-7 ). Todas as três passagens envolvem a manifestação, ou a aparição, de Deus em Cristo, enraizando a fé cristã na encarnação de Jesus Cristo. Somente quando Deus, o Filho, assumiu a carne humana na pessoa de Jesus, trouxe a certeza para a fé do crente em Deus. Em outras palavras, uma vez que Deus derramou a Sua graça sobre toda a humanidade, Ele purifica o Seu povo dos seus pecados e purifica os crentes para Si mesmo. Essa graça de Deus nos ensina a viver uma vida justa e piedosa nessa presente era (2:11-3:8).

Qual é a ideia principal?

A doutrina da encarnação na carta a Tito fomenta a sua mensagem a produzir bem viver através da atenção cuidadosa à verdade teológica. As igrejas na ilha de Creta eram tão suscetíveis a falsos mestres como qualquer outra igreja, então Paulo orientou Tito a estabelecer um grupo de anciãos fiéis para supervisionar a pureza doutrinária e boa conduta dos crentes na ilha de Creta. Paulo exortou Tito a “fal(ar) o que está de acordo com a sã doutrina” (Tito 2:1), uma direção clara de que este deveria ser o papel principal do jovem pastor.

No entanto, Paulo também entendeu que, quando um corpo de crentes abraça a sã doutrina, o resultado é alterado e vidas purificadas produzem as “boas obras” (mencionados em Tito 2:7, 14; 3:8, 14). A graça de Deus é a motivação para todas as boas ações. Paulo deu instruções a Tito sobre os papéis dos grupos específicos de pessoas – homens mais velhos, mulheres mais velhas, mulheres jovens, homens jovens e escravos – bem como as instruções gerais para todos os crentes sobre a sua conduta. Um viver correto era essencial porque Cristo “se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade”, e “nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo” (Tito 2:14; 3:5).

Como colocar em prática?

Você leva a sério suas crenças em Deus em todas áreas da sua vida? O livro de Tito nos lembra que nossas crenças em Deus impactam cada decisão que tomamos. Às vezes é difícil para os crentes de hoje perceberem a importância dese envolver com a pessoa e natureza de Cristo ou a doutrina da Trindade. No entanto, Paulo deixou claro que uma igreja que ensina e prega a sã doutrina verá os resultados na vida de seu povo. Não só as pessoas serão salvas de seus pecados, mas a graça de Deus também irá motivá-los a viver essa fé salvadora com vidas renovadas e purificadas.

Muitas igrejas hoje enfatizam a forma de adoração – estilos de música, iluminação e construção do prédio – mais do que o conteúdo da fé que eles querem proclamar. E, embora a forma de culto de uma igreja seja vital para alcançar a sua comunidade para Cristo, sem uma base firme da sã doutrina, a igreja vai estabelecer a sua fundação em areia movediça. Faça a doutrina uma prioridade em sua própria vida, bem como encoraje o desenvolvimento desta em sua igreja. Nada é mais importante do que uma base sólida em Cristo. Nada é mais inspirador do que a graça de viver uma vida de boas obras.


Artigos

blog-grid

Envelhecer, como os impostos, é um fato que todos temos de encarar. Agora, você não vai me fazer declarar quando o crescimento para e o envelhecimento começa — não na sua vida! Mas há alguns sinais que podemos ler ao longo do caminho da vida que s...

Continuar lendo