Quem escreveu o livro?

Depois de Paulo ter plantado a igreja em Tessalônica, ele escreveu sua primeira carta aos crentes de lá poucos meses após a sua partida. Em Atos, Lucas registrou que Paulo pregou por três sábados para os judeus na sinagoga local (Atos 17:2). No entanto, a maioria dos eruditos acredita que Paulo passou cerca de três meses com os tessalonicenses, em vez de três semanas, porque ele teria estado lá o tempo suficiente para receber mais de uma oferta da igreja de Filipos (Filipenses 4:15-16).

O ministério de Paulo em Tessalônica, obviamente, alcançou não somente os judeus mas os gentios também. Muitos gentios na igreja deixaram a idolatria, o que não era um problema particular entre os judeus da época (1 Tessalonicenses 1:9).

Qual o contexto?

Paulo escreveu sua primeira carta à igreja de Tessalônica da cidade de Corinto, por volta do ano 51 d.C., apenas alguns meses depois de ter pregado em Tessalônica durante a sua segunda viagem missionária. Ao deixar Tessalônica sob coação, Paulo, Silas e Timóteo viajaram para Atenas passando por Bereia. Mas depois de um curto período de tempo em Atenas, Paulo sentiu a necessidade de receber um relatório da igreja recém-nascida em Tessalônica, então ele enviou Timóteo de volta para servir e ministrar aos novos crentes de lá. Paulo queria verificar o estado da fé dos tessalonicenses, por temer que os falsos mestres poderiam ter se infiltrado entre o seu rebanho. No entanto, Timóteo logo voltou com um bom relatório, o que levou Paulo a escrever 1 Tessalonicenses como uma carta de encorajamento para os novos crentes.

Por que esse livro é tão importante?

Todo mundo gostaria de ter algumas dicas sobre o que o futuro lhe reserva. Quanto mais ainda sobre a chegada do fim do mundo? Primeira Tessalonicenses fornece aos cristãos a passagem bíblica mais clara sobre o arrebatamento vindouro dos crentes, um evento que vai inaugurar os sete anos de tribulação. No arrebatamento, Cristo voltará para o Seu povo. Os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro, enquanto aqueles que estiverem vivos ainda irão seguir de perto. Todos os crentes se reunirão com Jesus no ar para iniciar uma eternidade passada com o Senhor (1 Tessalonicenses 4:16-18).

Qual é a ideia principal?

Impressionado com a fidelidade dos tessalonicenses em face da perseguição, Paulo escreveu para encorajar os cristãos daquela comunidade, para que eles continuassem a crescer em santidade. Paulo sabia que as pessoas haviam sido expostas ao ensino errôneo daqueles em oposição ao Caminho de Jesus Cristo e da graça de Deus. E Paulo também entendeu que, a menos que a jovem igreja continuasse a amadurecer em sua fé, o perigo só iria aumentar ao longo do tempo.

Com isso em mente, Paulo ensinou as pessoas que qualquer crescimento espiritual seria essencialmente motivado por sua esperança no retorno final de Jesus Cristo. Ele nunca se interessou em simplesmente dizer às pessoas para amadurecerem por suas iniciativas próprias, pois sabia que o que inspirava a mudança era, em última análise, uma vida que anda consistentemente no poder do Espírito de Deus. E assim, para um grupo de jovens cristãos com perguntas e incertezas, Paulo ofereceu a esperança da volta de Cristo, proporcionando conforto no meio de perguntas e a motivação para o viver piedoso.

Como colocar em prática?

Você já se sentiu como se sua fé cristã estivesse ressecada, e que está definhando na videira quando você preferiria estar florescendo em serviço a Cristo? A primeira carta de Paulo aos Tessalonicenses é o remédio perfeito para tal sentimento. O foco no retorno de Cristo fornece água para a alma sedenta de hoje, incentivando o crescimento em maturidade, proporcionando a esperança em meio ao sofrimento ou incerteza.

A instrução específica e prática de Paulo para esse processo de santificação pode ser aplicada diretamente às nossas circunstâncias atuais. Ao colocarmos a nossa esperança em Cristo, podemos ver vários resultados claros em nossas vidas: evitar a imoralidade sexual, recusar-se a defraudar os outros, valorizar aqueles cristãos que servem em Seu nome, recusar-se a pagar o mal com o mal, regozijar-se sempre, orar sem cessar, e dar graças em todas as ocasiões, para citar alguns (1 Tessalonicenses 4:3-7; 5:12-23). Essa lista, é claro, não é exaustiva, mas a primeira carta aos Tessalonicenses deixa claro que todo cristão deve esperar crescer em santidade ao longo de sua vida.


Artigos

blog-grid

Alguma vez você já se perguntou: “Será que Deus realmente tem as coisas em Suas mãos, ou talvez a minha vida esteja escorregando para fora do controle?” Eu já. Aceitei Cristo aos 18 anos, logo concluí que se eu simplesmente fizesse coisas certas...

Continuar lendo
blog-grid

A morte levanta muitas questões: Quando vai acontecer? O que vai parecer? Qual é o destino da alma? Pr. Charles Swindoll aborda esta última pergunta em um dos seus livros: Quando o crente morre, o corpo vai para a sepultura; a alma e o espírito vão i...

Continuar lendo
blog-grid

Pergunta: Minha esposa morreu em um acidente de carro há dois meses atrás e estou com muita dificuldade. A igreja tem me ajudado, mas nas últimas semanas o telefone parou de tocar e ninguém mais traz comida. Mantenho-me ocupado com as crianças, mas ...

Continuar lendo
blog-grid

Referências Bíblicas: Gálatas 6:1; 1 Tessalonicenses 4:3-5; 2 Timóteo 2:2; 1 João 1:9 “Pastor, eu preciso falar com senhor.” “Claro”, você responde ao homem do telefone e marca um tempo para se encontrar naquela tarde. É João, um de seus l...

Continuar lendo
blog-grid

Você está procurando uma igreja? Basta qualquer igreja? Ou uma que seja verdadeiramente saudável? Talvez você tenha se mudado e não esteja familiarizado com a área. Ou você pode ser um cristão novo à procura de um lugar de culto. Ou talvez, ao in...

Continuar lendo