Quem escreveu o livro?

O título do livro de Atos vem da palavra grega praxis, a palavra usada frequentemente na literatura cristã primitiva para descrever os grandes feitos dos apóstolos ou dos outros crentes significativos. Este título reflete com precisão o conteúdo do livro, que é uma série de vinhetas relatando a vida dos apóstolos principais (especialmente de Pedro e Paulo) nas décadas imediatamente após a ascensão de Cristo ao céu.

A identificação de Lucas como o autor desta obra foi questionada ao longo dos tempos antigos. A composição mostra uma clara progressão do Evangelho segundo Lucas, continuando justamente onde este livro parou. Um prólogo antigo para o Evangelho de Lucas indica que ele era primeiro um seguidor dos apóstolos e, em seguida, tornou-se íntimo de Paulo.¹ É exatamente assim que o livro de Atos se desenrola, começando com Pedro e terminando com Paulo. Lucas até começou a falar em primeira pessoa do plural na última parte de Atos, quando ele viajou do Império Romano ao lado de Paulo (Atos 16:10).

Qual o contexto?

Atos termina abruptamente com Paulo preso em Roma, esperando para trazer o seu apelo diante de César. Vale a pena notar que nessa história da igreja cristã primitiva, Lucas não mencionou a morte de Paulo (64-68 d.C.), nem a perseguição dos cristãos que eclodiu sob Nero (64 d.C.). É mais do que provável que Lucas tenha completado o livro antes que qualquer um destes eventos ocorresse, em algum momento entre 60 e 62 d.C., enquanto Paulo estava na prisão à espera da resolução do seu recurso.

Por que esse livro é tão importante?

Atos é o único livro bíblico que narra a história da Igreja imediatamente depois da ascensão de Jesus. Como tal, ele nos fornece um valioso conto de como a Igreja foi capaz de crescer e se espalhar de Jerusalém para o resto do Império Romano. Em apenas três décadas, um pequeno grupo de crentes assustados em Jerusalém se transformou em um movimento de pessoas por todo o Império, que entregavam as suas vidas a Jesus Cristo. O livro fecha em grande estilo com Paulo na iminência de levar o evangelho para o mais alto funcionário do governo na terra, o imperador de Roma.

Qual é a ideia principal?

Atos pode ser claramente dividido em duas seções: a primeira trata principalmente com o ministério de Pedro em Jerusalém e Samaria (Atos 1-12) e a segunda segue Paulo em suas viagens missionárias por todo o Império Romano (Atos 13-28). Atos é significativo por narrar a propagação do evangelho, não só geograficamente, mas também culturalmente. Ele registra a transição de levar o evangelho a um público exclusivamente judaico, com Pedro pregando a um pequeno grupo no aposento do andar superior, até o evangelho se propagando entre os gentios, principalmente sob o ministério do apóstolo Paulo. A transição é melhor ilustrada pela visão de Pedro em que ele ouviu uma voz dizendo-lhe: “Não chame impuro ao que Deus purificou” (10:15). Isso levou Pedro, então, a compartilhar o evangelho com muitos gentios. Qual é, então, a lição? Deus quer que Sua mensagem de esperança e salvação se estenda a todas as pessoas – “em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até os confins da terra” (1: 8).

Como colocar em prática?

Quais oportunidades de compartilhar o evangelho você pode aproveitar nos dias por vir? Essa questão deve vir à lembrança quando você percorrer as páginas do livro de Atos. Em praticamente todos os capítulos, apóstolos como Pedro e Paulo apresentaram poderosamente o Evangelho a pessoas e grupos de pessoas. Os apóstolos retratados em Atos brilham com zelo evangelístico, mostrando uma transição surpreendente daqueles discípulos muitas vezes equivocados dos evangelhos. Claramente a fé dos apóstolos na morte e ressurreição de Jesus produziu uma mudança perceptível em seus corações por meio do poder do Espírito Santo.

Muitas vezes, nossas vidas não refletem esse tipo de mudança. Sofremos com temores sobre como os outros vão reagir à nossa fé ou com a quebra da nossa própria rotina, para ter tempo suficiente para investir na vida de alguém que precisa do evangelho. Permita que o livro de Atos incentive você a andar mais perto de Deus, de modo que você possa fazer o nome de Cristo conhecido com a ousadia e o zelo dos apóstolos.

Notas de rodapé

  1. Helmut Koester, Ancient Christian Gospels: Their History and Development (Harrisburg, Pa.: Trinity Press International, 1990), 335. (Acessado em Google Books, 25 de março de 2010.)

Artigos

blog-grid

A morte levanta muitas questões: Quando vai acontecer? O que vai parecer? Qual é o destino da alma? Pr. Charles Swindoll aborda esta última pergunta em um dos seus livros: Quando o crente morre, o corpo vai para a sepultura; a alma e o espírito vão i...

Continuar lendo
blog-grid

O falecido estrategista de futebol americano Vince Lombardi era um fanático por fundamentos. Aqueles que jogaram sob seu comando muitas vezes falaram de sua intensidade, seu dinamismo, seu entusiasmo sem fim sobre a raça nos jogos. Vira-e-mexe ele os fa...

Continuar lendo
blog-grid

Enquanto eu estive no ministério, eu sempre pedi ao Senhor por um equilíbrio entre um coração terno e uma casca grossa (ex., resiliência, superação). Não é um equilíbrio fácil. De fato, cultivar o segundo é mais difícil do que o primeiro. Pa...

Continuar lendo
blog-grid

Você está procurando uma igreja? Basta qualquer igreja? Ou uma que seja verdadeiramente saudável? Talvez você tenha se mudado e não esteja familiarizado com a área. Ou você pode ser um cristão novo à procura de um lugar de culto. Ou talvez, ao in...

Continuar lendo
blog-grid

A observação de Henry Drummond me assombra às vezes: Quantos filhos pródigos são mantidos fora do Reino de Deus pelo caráter desagradável daqueles que professam ser de dentro?¹ Permita-me, neste bate-papo particular com você, escolher uma “cara...

Continuar lendo
blog-grid

Mais de trinta anos atrás Flip Wilson manteve a América às gargalhadas com seus personagens de televisão “Reverendo Leroy”, o simpático e pomposo pastor da “Igreja Do Que Está Acontecendo Agora”, e “Geraldine Jones”, a atrevida mulher ne...

Continuar lendo