Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. (Provérbios 3.5-6)
Vamos fazer uma pequena escavação. Gostaria de sugerir três observações importantes no que acabamos de ler:
Primeiro: Existem quatro verbos – palavras de ação – nesses dois versículos: confiar, não se apoiar, reconhecer, endireitar. Um olhar mais atento vai revelar que os primeiros três versículos são mandamentos. São dirigidos aos filhos de Deus, os cristãos. Eles representam nossa responsabilidade. O quarto verbo é uma promessa. Ela especifica a parte de Deus na transação, a responsabilidade Dele.

Segundo:
O mesmo termo é usado quatro vezes. Você pode achá-lo? Olhe novamente para o texto. Circule as palavras seu/seus/suas. Na verdade, Deus está enfatizando a natureza pessoal dessa verdade. Também está nos dizendo que devemos nos apossar dela individualmente – ninguém mais pode aplicá-la por nós. A sua responsabilidade nas suas circunstâncias é confiar com todo o seu coração… e recusar se apoiar no seu próprio entendimento… reconhecendo-o em todos os seus caminhos.
Terceiro: A primeira frase está ligada à última, dando-nos a ideia principal (Confie… Ele endireitará). As duas frases do meio somente amplificam a ideia principal (Não se apoie… reconheça). Devo confiar em meu Senhor sem hesitação e sem reservas – com todo o meu coração – de maneira que Ele possa intervir e assumir o controle, tornando minha vida reta e cheia de significado.

Anexos
  • superando-a-preocupacao-i
Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados