Feliz Natal! Milad Majid! Merry Christmas!

Este mês, os estafes da Insight For Living ao redor do mundo compartilham o que significa o presente de Natal no seu canto do globo. Apesar de expressar saudações de Natal em vários idiomas, podemos ver em ação a unidade do verdadeiro evangelho neles e através deles. Espero que a sua diligência e devoção a um único propósito sejam um incentivo para você quando a divisão predomina e a justiça é ridicularizada. Se um plantador de igrejas em Beirute, um médico em Moscou, e um britânico vestindo as botas de cowboy na Inglaterra podem ser unidos no mesmo time, para os mesmos fins, há esperança para qualquer um – em Cristo!

 

Reino Unido

O Natal no Reino Unido tende a limpar a bagunça. As cidades pequenas realizam festivais dos cânticos de Natal. As catedrais realizam cultos extras, e as pessoas realmente participam. Os corações endurecidos pelo comercialismo bruto da temporada são amolecidos pelo cintilar da luz de velas. Logo abaixo da consciência dessa terra em grande parte pós-cristã, existe uma memória antiga do que se trata. Não é preciso muito para trazer à mente uma vez que a bagunça é limpa.

– Terry Boyle, pastor

 

Líbano

Muitos no Oriente Médio, incluindo alguns muçulmanos, celebram o Natal com os símbolos tradicionais: árvores de Natal, presentes e encontros familiares. Num nível mais profundo, porém, a vinda de Emanuel, Deus conosco, tem um significado profundo em uma área dilacerada pelas guerras e conflitos. Mesmo quando nossas estradas são bombardeadas, a estrada a Ele nos conduz ao refúgio. Quando nossos telefones não funcionam, podemos sempre falar com Ele. E quando a escuridão cai, Ele continua a ser nossa luz e nossa salvação.

– Charlie Costa, pastor

 

México e Colômbia

No mundo da língua espanhola, a época do Natal é a época mais alegre do ano. Desde a Noite das Velinhas na Colômbia em 7 de dezembro ao Dia de Reis no México em 06 de janeiro, as celebrações relacionadas com a vinda de Cristo se estendem por várias semanas. Embora a comida, a troca de presentes, e o tempo com a família sejam maravilhosos, o Natal é, em última análise, sobre o presente maior e o mais alegre de todos, Jesus Cristo, que por meio de Sua vinda, morte e ressurreição, abriu o caminho para que sejamos reconciliados com Deus.

– Isadora Brudwick, roteirista, Lina Parks, transcritora

 

Guatemala

O tempo de Natal na Guatemala é uma grande festa. As pessoas em todos os lugares decoram as ruas com luzes e saem para comprar presentes. Para os cristãos, a celebração se aprofunda à medida que refletimos sobre o nascimento de Jesus, que veio à terra trazendo a salvação e a vida eterna. Como o apóstolo Paulo, oferecemos sinceros agradecimentos a “Deus pelo seu dom indescritível” (2 Coríntios 9:15)! – Carlos López, pastor

 

Rússia

Jesus trouxe com Ele a alegria profunda e duradoura para aqueles que acreditam. Então, o Natal é uma época do ano para se alegrar, especialmente na Rússia, que há não muito tempo atrás era um país ateu. Com novas liberdades agora em vigor, cantamos, realizamos concertos, e comemoramos a boa notícia da vinda de Cristo. Conseqüentemente, o Natal é uma das melhores épocas do ano para falar com outros russos sobre o amor de Deus.

– Peter Mitskevich, pastor

 

Canadá

Enquanto o Canadá se torna um mosaico cada vez mais diversificado (como gostamos de chamá-lo), o dom gratuito da salvação de Deus se torna ainda mais relevante. Dado de graça, recebido de graça, sem termos ou condições artificiais e sem exclusões, o sopro de vida de Deus está disponível para todas as pessoas que optam por acreditar. O Natal nos lembra da graça de Deus e de Seu convite para que todos possam ser incluídos como Seus filhos – esta consciência e esta mensagem são essenciais ao representarmos Cristo aos nossos colegas canadenses.

– Ben Lowell, diretor-executivo

 

Polônia

Na véspera de Natal, os poloneses comemoram com um jantar de pelo menos 12 pratos diferentes. Começamos a refeição com o partir do pão, um símbolo na Polônia do perdão, amor e reconciliação. Para muitos, essa oferta simbólica tornou-se um ritual vazio, mas para aqueles que realmente conhecem a Cristo como o Senhor e Salvador, isso nos lembra da Sua vinda em carne humana para trazer à humanidade o perdão do pecado através de Sua morte sacrificial na cruz. Que presente maravilhoso!

– Zygmunt Karel, pastor

 

Brasil

Embora o Brasil seja conhecido como um país cristão, Cristo é pouco mais do que uma memória remota para muitos brasileiros. O Papai Noel se tornou a principal estrela do show, o que significa que a beleza e a simplicidade do verdadeiro Natal tornou-se obscura e distante. Portanto, a minha família e as pessoas na minha igreja se esforçam para se envolver na narrativa de Natal, preparando todas as nossas celebrações com jogos, música, leitura da Bíblia, a fim de guiar nossos pensamentos de volta para o verdadeiro destaque de Natal, Jesus Cristo.

– Fernando Bochio, pastor

 

Austrália

O Natal é normalmente quente na Austrália, não é a época certa para o peru assado e cozidos de legumes. Mas a cada ano, parece que estamos a reviver as tradições passadas de nossa herança europeia. A neve falsa é colocada nas janelas junto com as luzes que imitam os pingentes de gelo. Durante o Advento, nós decoramos a casa e ouvimos músicas tradicionais que anunciam o nascimento de nosso Salvador, culminando com os cânticos à luz de velas em nossa igreja na véspera de Natal. O Natal é uma época agitada, mas eu adoro a mistura de tradição e família quando focamos no nascimento de Jesus.

– Peter Tyrrell, diretor-executivo

__________________

Copyright © 2010 por Insight for Living

Brian Leicht

Brian Leicht recebeu o Mestrado de Teologia em Ministérios Pastorais do Seminário Teológico de Dallas. Como Diretor da equipe de Aconselhamento Bíblico dos Ministérios Insight For Living, ele for...

Ver todos os posts

Posts relacionados