Quando você tem um sonho,  um propósito e alguns alvos na vida que quer ver realizados, sua tendência é deixar o imediato e trabalhar neles, em vez de permanecer fiel às tarefas do presente. Com isso em mente, deixe-me dar as primeiras três definições de paz:
 
1- Paz é permanecer fiel, apesar do pânico pelos sonhos não realizados.
Você e eu temos alvos, sonhos e desejos que ainda não foram realizados. Nossa tendência é montar nosso puro-sangue e sair a todo galope em direção a eles, abandonando as tarefas do presente, à medida que nos dedicamos aos nossos sonhos, que são muito mais excitantes. Paz é a habilidade de permanecer fiel mesmo quando os sonhos não estão se realizando. Se você se esquecer disso, vai se frustrar e sua paz vai desaparecer rapidamente.

2- Paz é a capacidade de manter a calma, apesar do pânico das circunstâncias desagradáveis.
Você está enfrentando uma situação incontrolável, uma incerteza? Algo de onde não se pode tirar nenhuma satisfação? Uma situação que é desagradável, desconfortável e infeliz? O Senhor quer que nós o glorifiquemos e caminhemos com Ele, embora o que nos cerca seja desagradável.

3- Paz é a habilidade de esperar pacientemente, apesar do pânico causado pela incerteza.
Se não apreciarmos o panorama da perspectiva de Deus, tudo o que poderemos ver serão os limites do nosso próprio quadradinho. Então, entramos em pânico. “O que farei? Como vou fazer amanhã? E sobre…? E se…? Mas…”. Deus diz: ‘Confie em mim. Somente confie em mim. Confie em mim de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconheça-me em todos os teus caminhos e eu endireitarei as tuas veredas’.

disponível para hoje
surpreendido por Deus
Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados