Ouçam, meus filhos, a instrução de um pai; estejam atentos, e obterão discernimento. Provérbios 4:1

Pai, será que você está excessivamente comprometido, tão envolvido no seu trabalho, ou em algum projeto ou hobby longe de casa, que está esvaziando seu tempo e energia com sua família? Eu entendo, acredite em mim.

Em vez de desafiar os pais a darem melhor de si mesmos, o nosso sistema cultural os incentiva a dar algo material que seus salários aumentados podem comprar, ou seja, uma educação melhor, associação em um clube, bens materiais, melhores casas, carros extras… Mas o que dizer ao pai em si? E esse aprendizado inestimável que as crianças podem aprender na sua presença?… Ficou perdido por aí…

Vamos lá, pais, vamos fazer uma revolução! … Vamos parar de escutar as sugestões do sistema! Vamos começar a dizer não para as coisas que nos puxam cada vez mais para longe daqueles que mais precisam de nós. Vamos lembrar que os maiores presentes que podemos oferecer são a nossa presença e influência enquanto vivemos, e uma magnífica memória de nossas vidas uma vez que partirmos.

__________________

Extraído de Charles R. Swindoll, Wisdom for the Way: Wise Words for Busy People (Nashville, Tenn.: J. Countryman, 2001), 191. Todos os direitos reservados.

Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados