A igreja do século 21 precisa despertar de sua dormência moral. Nós somos ensinados a ser tolerantes nessa era de “iluminismo”. Pegamos leve na exposição da Palavra. Aprendemos a ignorar o pecado ao invés de lidar com ele. Adotamos a noção errônea de que a graça de Deus cobre, de alguma forma, o estilo de vida carnal. Que equívoco terrível da graça!

Deixe-me ser franco. Muitas vezes dentro dos lares cristãos as esposas são maltratadas, os maridos são negligenciados, as crianças são abusadas e as formas mais tenebrosas e vergonhosas de depravação sexual ocorrem. Como o profeta Jeremias disse sobre o povo de Judá:

Ficarão eles envergonhados da sua conduta detestável? Não, eles não sentem vergonha alguma, nem mesmo sabem corar. (Jeremias 6:15).

O único vestígio de esperança em casa costumava ser a criança inocente. Mas agora nem mesmo as crianças estão seguras. Muitas são usadas para fins de exploração sexual. As crianças são violentadas por parentes, meninas são abusadas, meninos se tornam vítimas de incesto. Em suas próprias casas, crianças indefesas são molestadas pelos mesmos que as deveriam estar protegendo!

Até mesmo a Bíblia revela esta carnalidade terrível entre o povo de Deus. Após o caso de adultério do rei Davi com Bate-Seba, o filho de Davi, Amnom, cobiçou sua meia-irmã, Tamar. Amnom fingiu que estava doente e pediu que Tamar lhe trouxesse comida em seu quarto. Quando ela chegou, ele a agarrou a estuprou, apesar da resistência dela (2 Samuel 13:6-14).

Após esse ato abominável, aquela menina querida ficou submersa em sua dor.

Tamar pôs cinza na cabeça, rasgou a túnica longa que estava usando e se pôs a caminho, com as mãos sobre a cabeça e chorando em alta voz. (2 Samuel 13:19).

Quando seu pai Davi ouviu falar disso, ele “ficou indignado” (13:21).

Mas só isso! Ele só ficou bravo. Davi nunca se envolveu com esta crise.

Quando o outro irmão de Tamar, Absalão, ouviu falar disso, ele disse a ela: “Cala-te; é teu irmão. Não se angustie o teu coração por isso” (13:20 ARC). Você pode acreditar nestas palavras? Que conselho estúpido! Não diga nada? Manter isso em silêncio, quando a lei de Deus diz que Amnom deveria ser apedrejado? Mas o que ela poderia fazer? Seu irmão disse para ficar quieta e seu pai não fez nada. Tamar não tinha nenhuma pessoa para recorrer em sua dor.

Tanto no passado quanto agora, quando tais violações ocorrem, se ninguém sai em defesa dos indefesos, a criança vai enfrentar um futuro ameaçador de confusão moral, vergonha pessoal e desilusão espiritual, com cicatrizes emocionais e raiva da família.

Está na hora de falar em defesa dos indefesos. As vítimas inocentes de abuso sexual precisam de um lugar seguro para compartilhar suas histórias e precisam de direção para a cura emocional e espiritual encontrada em Jesus Cristo.

O mundo nunca ofereceu um lugar salvo e seguro daqueles que iriam abusar de crianças. É por isso que a igreja deve ser este lugar. Sim, é possível, apesar das manchetes negativas. É responsabilidade dos líderes da igreja garantir que a igreja de Deus continue a ser um lugar de confiança e respeito. Um refúgio onde ninguém é tocado de forma inadequada. Um refúgio onde as pessoas feridas podem confiar em um professor, em um presbítero, em um pastor ou um amigo mais velho. Os pastores devem proteger as ovelhas.

Se por algum motivo sua igreja (ou sua casa) não é um lugar seguro, você precisa entrar em contato imediatamente com a delegacia especializada da sua cidade ou o Disque Direitos Humanos (para disque-denúncia, ligue 100). Ou até o Centro de Valozição da Vida (CVV, ligue 141) em caso de estresses emocionais. Sua circunstância pode ser muito difícil… mas não é impossível.

Se você é pai ou membro da família de alguém que foi abusado e precisa de orientação sobre como abordar essa pessoa e agir em seu socorro, nós queremos ajudá-lo. Seja qual for a sua situação, acreditamos na concessão da graça e misericórdia, juntamente com a visão e direção de Deus. Por mais difícil que possa ser, o autor do abuso precisa enfrentar acusações criminais para que o crime não se repita. Nós não podemos oferecer aconselhamento jurídico, mas podemos direcioná-lo para aqueles em sua área que podem ajudar. Além disso, fornecemos uma página tópica sobre abuso sexual com recursos recomendados para você.

Muitos hoje estão vivendo como Tamar fez, com as cinzas de vergonha e humilhação em suas cabeças, chorando em voz alta, sem ninguém para recorrer.

Minha oração é que ao pedir ajuda a alguém este seja o início de um novo capítulo para você. Se você nunca foi ouvido antes, agora você será ouvido.

__________________

Copyright © 2010 by Charles R. Swindoll, Inc.

Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados