Com os ensinamentos de Cristo e Paulo como fundo, podemos compreender melhor e apreciar os mandamentos de Pedro sobre o amor e a unidade. Em sua primeira carta, ele estava escrevendo para pessoas magoadas. Elas foram dispersas, muitas delas para longe de casa: “Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos eleitos de Deus, peregrinos dispersos no Ponto, na Galácia, na Capadócia, na província da Ásia e na Bitínia,“(I Pedro 1:1).
Eles estavam atormentados, vivendo em situações extremas e Eles estavam sendo provados. “Nisso vocês exultam, ainda que agora, por um pouco de tempo, devam ser entristecidos por todo tipo de provação. Assim acontece para que fique comprovado que a fé que vocês têm, muito mais valiosa do que o ouro que perece, mesmo que refinado pelo fogo, é genuína e resultará em louvor, glória e honra, quando Jesus Cristo for revelado.” (1 Pedro 1:6-7)
Alguns deles fugiam para salvar suas vidas. Com o louco Nero no trono de Roma, aquele era um momento perigoso para ser um cristão. Alguns, sem dúvida, foram tentados a conformar-se, a comprometer-se ou a desistir completamente.
Quando eu era criança e uma discussão surgia em nossa casa, meu pai costumava dizer: “Podemos ter algumas diferenças dentro destas paredes, mas lembrem-se: somos uma família. Se o seu irmão ou irmã precisar de você, cuide deles. Você os ama. Fique do lado deles”. Esse é um bom conselho também para a igreja!
Quando as pessoas sofrem, e todos nós passamos por isso, é comum perder um pouco da autoestima. Mas é disso que essas pessoas precisam: unir-se e apoiar-se umas nas outras. Elas necessitam de uma comunidade onde possam encontrar aceitação e unidade. Elas precisam comportar-se como membros da família de Deus.
Seguindo suas fortes palavras, encorajando os crentes a viverem sua vida de maneira santa, Pedro explica exatamente como eles têm sido livres para se apoiarem uns nos outros. Na verdade, ele diz: “Você possui todas as coisas de que precisa para tornar isso possível; você não precisa viver isoladamente”.
Leia este conselho cuidadosamente:

Agora que vocês purificaram as suas vidas pela obediência à verdade, visando ao amor fraternal e sincero, amem sinceramente uns aos outros e de todo o coração. Pois vocês foram regenerados, não de uma semente perecível, mas imperecível, por meio da palavra de Deus, viva e permanente. (I Pedro 1.22-23)

 

Renove sua esperança Dr. Charles R. Swindoll

Anexos
  • amor
Charles R. Swindoll

Charles R. Swindoll tem dedicado a sua vida ao ensino preciso e prático da Palavra de Deus e sua aplicação. Desde 1998, atua como pastor-professor sênior na Stonebriar Community Church, igreja da...

Ver todos os posts

Posts relacionados