Você pode facilmente passar os olhos em 1 Pedro 1:2 e não percerber a Trindade na obra da salvação. Muitos cristãos esquecem, ou pelo menos deixam de apreciar, o fato de que o Pai, o Filho e o Espírito Santo trabalham juntos em perfeita harmonia para garantir o nosso destino eterno. Um autor escreveu assim: “Cada pessoa da Trindade tem um papel distinto: O Pai escolhe, o Filho redime, e o Espírito santifica”¹ .

Devemos reconhecer que, embora as pessoas Triunas afetam aspectos distintos da nossa salvação, o trabalho é feito em unidade completa. Ao mesmo tempo, temos de ter cuidado para não confundir as pessoas da Trindade em formas que implicam que eles são a mesma pessoa com nomes diferentes. Por exemplo, os cristãos que agradecem a Deus Pai por ter morrido na cruz estão descuidadamente atribuindo a obra do Filho ao Pai. Devemos seguir o correto exemplo do Novo Testamento, a compreensão de que o Pai, o Filho e o Espírito, embora eternamente unidos, também são distintos em Suas obras.

__________________

1. J. Carl Laney Jr., “God: Who He Is, What He Does, How to Know Him Better,” in Understanding Christian Theology, ed. Charles R. Swindoll and Roy B. Zuck (Nashville: Thomas Nelson, 2003), 206.

Extraído de Mike Svigel, “The Trinity and Salvation,” in Hope Again: When Life Hurts and Dreams Fade Workbook (Plano, Tex.: IFL Publishing House, 2005), 14. Copyright © 1990, 2005 por Charles R. Swindoll, Inc. Todos os direitos reservados mundialmente.

Michael J. Svigelvwsa

Michael J. Svigel recebeu seu Mestrado de Teologia em Novo Testamento e Doutorado de Filosofia em Estudos Teológicos do Seminário Teológico de Dallas (DTS). Atualmente atua como o Professor Associa...

Ver todos os posts

Posts relacionados